"O passado não reconhece o seu lugar... está sempre presente."
( Mário Quintana )
Vassourando - ativo desde 17/05/2007.

Viver e morrer - que missão é essa?

By Bruxx
"Desenvolva a capacidade de atenção para os pequenos privilégios que se oferecem a cada momento de sua vida."

Eu lí essa frase em algum lugar e achei linda.

clique nas imagens para ampliar

Bom.. quem me conhece, sabe que eu tenho medo da morte.... aliás, medo não, pavor.
Tenho mesmo, qual o problema?
Acho a morte um desperdício, oras.
Não é justo.. você passa por tanta coisa... nasce, cresce,  rala pra caramba.. e pronto!!
De uma hora pra outra ou, acometido por alguma doença, você parte dessa para melhor (melhor ???).
Não sei, mas não quero pagar pra ver.

Tá, tudo bem... eu sei que é a lei da vida... a gente, nasce, cresce, envelhece e morre, tal qual uma árvore..
Meu problema nem é envelhecer, eu encaro isso numa boa.
Me orgulho de cada ruga que a vida tatuou no meu rosto.
Mas, morrer é foda complicado.
Eu sei que é a única certeza que se tem na vida... mas vou morrer sob protesto.
Viver é fantástico, a vida é fantástica!
Mesmo com dissabores, fracassos, derrotas e tombos... mas, até um tropeção, nos impulsiona para a frente.
As vitórias, amores, sucessos, realizações... tudo isso compensa.
E, se tudo der certo, vou viver até os 115 anos... é o meu projeto de vida.

Mas, protestos a parte... tem um texto, muito lindo e apropriado, para o tema em questão.
A autoria ainda é muito discutida, existem inúmeras atribuições... porém, nenhuma delas, foi constatada.

A vida ao contrário 
A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. 
Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. 
Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrarmos logo disso. 
Daí viver num asilo, até ser chutado de lá por estar muito novo. 
Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. 
Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra aproveitar a aposentadoria. 
Aí você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade. 
Você vai para o colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem responsabilidades, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. 
E termina tudo com um ótimo orgasmo! 
Não seria perfeito? 

Relembre um comercial (no vídeo abaixo), narrado por Chico Anysio na década de 80 para a Sharp. Ele faz  uma analogia, sobre o texto, acima citado. A narrativa começa aos 01:30 minutos
Vale a pena assistir, é emocionante.
 Leia abaixo,  uma prévia, do que o vídeo relata:

Nascer velho e morrer criança
” Nós temos o direito de sonhar ! 
E o meu sonho é o de ter o poder de ser o videocassete de mim mesmo !…. 
Ter um controle remoto que me permitisse adiantar ou atrasar a vida, eu poderia adiantar e entrar na percepção do futuro ou poderia recuar e parar no momento que me tivesse sido maravilhoso, talvez até eternizar um orgasmo !…. 
Eu faria, assim, uma edição e teria uma fita só com os melhores momentos da minha vida !…. 
Mas uma fita só não bastaria. Teria de haver várias, por que eu sou um cara de poucas queixas. 
O importante seria mesmo esse controle remoto, pois eu poderia recuar a fita e me emocionar outra vez com o nascimento de meus filhos; depois eu a adiantaria e veria todos eles crescidos e eu, preocupado…
O que serão na vida ? 
O que terão ? 
O que farão ?…
Não ! 
Então eu volto, volto, volto, volto, volto, e me vejo outra vez em Maranguape, empinando pipa, jogando pião, escanchado num cavalo de pau naquela rua de terra batida, onde eu era Tom Mix, eu era Buck Jones, eu era Palonge Cassidi…
Eu nú, tomando banho no açude, paquerando calcinhas e sutiãs pendurados nos varais, imaginado seus recheios….
Não ! 
Com este controle remoto eu seria um super-herói:
“Eu sou Ulisses, eu tenho poderes!” 
Mas eu só queria mesmo um poder. 
O poder de fazer a vida como acho que a vida deveria ser…. 
Acho que o homem deveria nascer com oitenta anos. 
Nasceria com oitenta anos, iria ficando mais novo, mais novo,mais novo, mais novo, mais novo até…. morrer de infância !
....

Esse é apenas um trecho, para dar um gostinho de "quero mais"... bom mesmo, é ver o velho e bom Chico interpretando.
Os "quarentões" de plantão, certamente, se lembrarão desse vídeo.
Então, mais uma vez... apertem os cintos e, boa viagem!


 Para refletir:
"As pedras do caminho você pode retirar, as maiores você pode escalar."(Dieison Brunetto)

Querido (a)  Vassourante... onde quer que você esteja, receba as minhas beijokinhas, cheias de energias azuis!


16 Comente aqui :

Cidadão Araçatuba vassourou...

Olá, escolhi você para receber o selo Stylish Blogger Award, peço que passe pelo meu blog, apanhe o seu selo e dê uma lida nas orientações, continue assim fazendo a diferença pelo estilo, pela forma de pensar e pela forma de se distinguir na blogosfera. Um grande abraço!

Clara vassourou...

Esse seu post é a mais pura verdade, essa coisa que se chamam ao natural "a morte" também não me agrada muito a ideia, mas fazer o que né ?

beijo grande

Raquel vassourou...

Oi Bruxx!Uma coisa que gosto em você, entre outras, é a sua coragem em dizer: tenho medo disso, tenho medo daquilo e afinal, quem não tem seus medos? Eu tenho vários. Percebo que as pessoas tem vergonha dos seus e até medo do medo e pra piorar tem até ideologia fazendo terrorismo com os nossos medos, tão humanos. Dizem que se você tem medo de algo, mais probabilidade de ele acontecer. Dá um tempo....nem ter medo em paz a gente pode....
bjs

Anônimo vassourou...

simplesmente, o fato de não existir mais após a morte e apovorante, mas penso........
não sou o único........
e estamos todos no mesmo titanic.....
ricos,pobres....todo o tipo se classe social e de pessoas das mais cheirosas ....as mais fedorentas.....é isso mesmo! todos ......
é só meu pensamento , visito varios blogs e sites, as pessoas pedem para deixar comentário mas......
muitas coisas não me chamam a atenção, esse já esta nos meus favoritos....parabéns

Carlos Tietbohl

carlos50023@yahoo.com.br

Arthurius Maximus vassourou...

Também acho a morte um desperdício. Acho verdadeiramente um sacrilégio. seria mesmo ótimo nascer velho e morrer como um bebê. Pelo menos na hora "h" você sequer entenderia o que está acontecendo. ver a idade chegando e o corpo se depauperando é ruim "pacas".

Por isso eu já fiz meu estoque de formol... (rs)

Bruxx vassourou...

Querido Cidadão, como vai?
Agora que voltei à ativa, vou buscar meu selo e participar do projeto.
Grata pela indicação.

Um grande abraço e, mais uma vez, obrigada pela visita!

Bruxx vassourou...

Clara, minha flor!
Pois é, menina!
Essa coisa de "natural", é como o parto normal... que, de normal, não tem nada (risos).

Beijokinhas cheias de energias azuis!

Bruxx vassourou...

Raquel, minha flor!
Que delícia seu comentário!
Olha só... eu acho que passei a ser muito mais respeitada, quando assumí meus medos, meus fracassos e minhas verdades.

O medo me faz sentir com os pés no chão...e impede que eu faça loucuras extremas.

Observe que os jovens de hoje são todos valentes, sem medos, sem limites... se sentem super-heróis... mas, poucos são os que sobrevivem para contar histórias.

Mas aqui, nesse cantinho que também é seu, você pode sentir medo sim, viu.
Eu te faço companhia.

Obrigada pelo carinho de suas palavras.
Seja sempre bem vinda.
Beijokinhas cheias de energias azuis!

Bruxx vassourou...

Olá Carlos, tudo bem?
É um prazer recebê-lo aqui!

Realmente, o fato de não mais existir após a morte é apavorante.
Sinceridade?
Eu não consigo imaginar.
Ainda que haja uma ressurreição e, mesmo a vida sendo difícil... é difícil pensar em sair dela.
Mas, somos meros mortais e estamos vulneráveis à essa realidade.

Olha... muito obrigada por sua visita, por sua atenção e, pelo carinho.

Beijokinhas cheias de energias azuis!

Bruxx vassourou...

Arthurius, querido!
Bota sacrilégio nisso, meu caro.
Estoque de formol é ótimo... rsrsrs

Beijokinhas saudosas!

... vassourou...

ola so de informação o texto: vida ao contrario
é do charles chaplin é de um monologo que ele fez

Bruxx vassourou...

..., como vai?
Grata pela visita e, pelo seu comentário.
Legal saber que meus Vassourantes compartilham, acrescentando sempre uma informação.

Beijokinhas cheias de energias azuis!

mauricio vassourou...

Oi Bruxx adorei ver o Chico e gostaria de saber como posso baixar esse video e se você tem o da propaganda da Sharp?Adorei o seu blog.

Bruxx vassourou...

Oi Mauricio, como vai?
Obrigada pelo elogio e pela visita, seja sempre bem vindo.
Me passa seu e-mail, que eu te dou a dica de como baixar.
Se não quiser postar seu e-mail aqui, me escreva no:
bruxx@vassourando.com

P.S.: O vídeo da propaganda, não tem em lugar nenhum... nem nos arquivos da própria sharp (já entrei em contato com eles).
Tem uns 4 anos que eu estou procurando.

Fico no aguardo do seu contato.
Um grande abraço.

Anônimo vassourou...

Boa tarde vc tem aquele comercial da Sharp com o Chico Anysio?
Obrigado.
jpjmelo@yahoo.com.br

Bruxx vassourou...

Oi JP, como vai?
Então... o comercial à que se refere,eu ainda não encontrei.
Nem nos arquivos da Sharp eu conseguí.
Estou à procura e, tão logo encontre, eu publico aqui.
Um grande beijo e, obrigada pela visita!
Seja sempre bem vindo!

Postar um comentário

Olá, Vassourante... bem vindo (a)!
Se você se identificou, se emocionou ou se divertiu com essa postagem, deixe o seu comentário.
Grata pela visita, volte sempre!