"O passado não reconhece o seu lugar... está sempre presente."
( Mário Quintana )
Vassourando - ativo desde 17/05/2007.

Ivon Curi - Capim Gordura

By Bruxx
Clique nas imagens para ampliar

Da série, Músicas de Sexta...
Sabe aquela música que se ouve na infância e que fica gravada na memória para o resto da vida?
Eu tenho um monte delas.
Então, lá vem mais uma... a música da vez é Capim Gordura (foto).
É antiga, gente, muito antiga... e muito engraçada também.

É uma composição de  Luis Carlos Vinhas e ficou conhecida também, na voz de Laércio de Freitas.
Mas, eu gosto mesmo, é da gravação do Ivon Curi (foto).
 Ele interpreta com um sotaque bem caipira e, é exatamente isso, que a torna engraçada.
Uma curiosidade... em meados de 1972, tinha um gibí, que levava o nome de Capim Gordura, com piadas da roça. (fotos).

Bom, sem mais delongas, segue a música para os saudosistas de plantão... e para os jovenzinhos passarem a conhecê-la.

Letra:
Capim Gordura - Luis Carlos Vinhas

O verde da minha roça inté dá gosto ver...
É pura mansidão ...
Do vale da porta da minha tapera até...
Lá prá perto das bandas do ribeirão (i não é qui é bom ...)

O verde da minha roça inté dá gosto ver...
É pura mansidão ...
Do vale da porta da minha tapera até...
Lá prá perto das bandas do ribeirão ...

Mas tem um tar de capim gordura (oi lá)
Que é danado de ruim ... praga pra crescer...
Eu nunca vi assim ...
E neste tar de capim gordura (oi lá)
Tem preá pra mi réis ...
Cada toceirão ... tem pra mais de dez ....

O verde da minha roça inté dá gosto ver...
É pura mansidão ...
Do vale da porta da minha tapera até...
Lá prá perto das bandas do ribeirão (i não é qui é bom ...)

O verde da minha roça inté dá gosto ver...
É pura mansidão ...
Do vale da porta da minha tapera até...
Lá prá perto das bandas do ribeirão ...

Mas tem um tar de capim gordura (oi lá)
Que é danado de ruim ... praga pra crescer...
Eu nunca vi assim ...
E neste tar de capim gordura (oi lá)
Tem preá pra mi réis ...
cada tocerão ... tem pra mais de dez ... (bis)

Beijokinhas cheias de energias azuis e, um excelente, final de semana.

2 Comente aqui :

Arthurius Maximus vassourou...

Lembro da música, mas não lembro do gibi. Ivon Curi era conhecido da minha mãe e um sujeito sensacional.

Bruxx vassourou...

Arthurius Maximus...
Quando eu era criança, costumava viajar muito para o interior.
E, como toda criança, eu era impaciente.
Pra me distrair, na rodoviária, minha mãe comprava gibis.
Eu me lembro bastante do gibí Capim Gordura e do gibí Meio Quilo.
Funcionava, viu.... eu ficava quietinha lendo, enquanto o ônibus não chegava.
Bons tempos, bons momentos !!!

Beijokinhas e, uma excelente semana, cheia de energias azuis!

Postar um comentário

Olá, Vassourante... bem vindo (a)!
Se você se identificou, se emocionou ou se divertiu com essa postagem, deixe o seu comentário.
Grata pela visita, volte sempre!