"O passado não reconhece o seu lugar... está sempre presente."
( Mário Quintana )
Vassourando - ativo desde 17/05/2007.

Globo Cor Especial

By Bruxx
Clique nas imagens para ampliar

Querido Vassourante...
Se você tem mais de 30 anos, certamente, vai se lembrar do programa Globo Cor Especial.

Quem de nós, quarentões de plantão, não ficamos grudados em frente à TV, esperando o programa começar?
Bastava ouvir o começo da musiquinha, que eu saía correndo, parava o que estava fazendo e me prostrava em frente a telinha.

Ele consistia na apresentação de desenhos animados e séries, dedicados ao público infantil.
A vinheta Cinto de inutilidades foi composta pelo mesmo trio que fez a música Um Novo Tempo: Nelson Motta, Marcos Valle e Paulo Sérgio Valle.

O legal dessa época é que, todo programa voltado para as crianças, era sempre elaborado com muito cuidado.
Até as cenas de violência, eram mescladas com muito humor... assim sendo, a violência, não se fixava de forma efetiva em nossas cabecinhas ingênuas e purinhas.
Pode parecer incrível mas, as crianças dessa época, não eram violentas, não eram birrentas e nem malcriadas.

Cada vez que publico uma postagem como essa, é como se eu fizesse uma regressão... e como é bom !!!
Bons tempos, bons momentos.
Abaixo, o vídeo de abertura, para matar a saudade

Tema de Globo Cor Especial - Cinto de Inutilidades
Não existe nada mais antigo
Do que cowboy que dá cem tiros de uma vez
A avó da gente deve ter muitas saudades
Do zing-pow!, do cinto de inutilidades
No nosso mundo tudo é novo e colorido
Não tem lugar pra essa gente que já era
Morcego velho, bang-bang de mentira
Vocês já eram, o nosso papo é alegria!
Só alegria, só alegria,
O coração aberto pra quem faz o bem!

Onde quer que você esteja, beijokinhas cheias de energias azuis !!!

3 Comente aqui :

Arthurius Maximus vassourou...

Nada como relembrar o tempo em que desenhos animados eram coisas para divertir e alegrar. Não meras peças de violência gratuita e pancadaria desmedida.

Bruxx vassourou...

Arthurius Maximus...
É verdade, mesmo. Já observou que quase todos os desenhos antigos, só faziam rir?
Não consigo me lembrar de desenhos que continham violência... exceto os de super-heróis... mas, mesmo esses, tinha uma violência tão velada que não era notada.
E, sempre voltada para combater os "crimes"... onde o bandido sempre se dava mal.
Nos dias de hoje, a violência impera de tal forma que, ser mau, é que dá status.
Até nos jogos de videogames... ganha quem matar mais e tal.
Ai, ai (suspiros de quem teve o privilégio de desfrutar dos bons tempos).

Beijokinhas e, um excelente, final de semana.

Gilmarzinho vassourou...

Nos desenhos de hoje em dia o que mais me preocupa não é a violência e sim o vazio.
São peças comerciais feitas somente para ludibriar as crianças para comprarem mais e mais.
Só gostaria de saber se estes desenhos eram de produção nacional...
Alguem sabe?

Parabéns pelo site.
Té.

Postar um comentário

Olá, Vassourante... bem vindo (a)!
Se você se identificou, se emocionou ou se divertiu com essa postagem, deixe o seu comentário.
Grata pela visita, volte sempre!