"O passado não reconhece o seu lugar... está sempre presente."
( Mário Quintana )
Vassourando - ativo desde 17/05/2007.

Perolas dos jogadores

By Bruxx

Santo Agostinho, proteja nossos ouvidinhos.
Diz um ditado que: "É melhor ouvir do que ser surdo."
Será mesmo?
Tem determinados momentos em que, meus ouvidos, querem até sangrar.

Os homenageados de hoje são os jogadores de futebol.
Eita povinho que gosta de falar errado... e, o pior, parece que gostam disso.
Com raríssimas exceções isso parece ser, quesito imprescindível, pra ser "bom de bola".

Os caras enchem o rabo bolso de dinheiro e acham que não precisam de mais nada.
Ahhh, quer saber?
Os "mocinhos emergentes" que me desculpem mas, cultura, é fundamental.

Bom, não adianta lamentar... elas já foram ditas...
São velhas frases mas, vale a pena ler novamente.
Eis algumas delas:

- "Não foi nada de especial, chutei com o pé que estava mais a mão"
Joao Pinto (jogador do futebol Clube do Porto, de Portugal)

- "O meu clube estava a beira do precipício, mas tomou a decisão correta: Deu um passo a frente."
Joao Pinto (jogador do futebol do clube do Porto, de Portugal)

- "Clássico é clássico e vice versa ..."
Jardel (ex-atacante do Grêmio)

- "Jogador é o Didi, que joga como quem chupa laranja ..."
Nenen Prancha (Ex-roupeiro do Botafogo, ex-técnico de futebol de praia e filósofo da bola)

- "No México que é bom. Lá a gente recebe semanalmente, de quinze em quinze dias..."
Ferreira (ex-ponta esquerda do Santos)

- "Tenho o maior orgulho de jogar na terra onde Cristo nasceu..."
Claudiomiro (ex-meia do Internacional-RS ao chegar em Belém do Pará para disputar uma partida contra o Paysandu pelo Brasileirao de 72)

- "Quando o jogo está a mil, minha naftalina sobe!"
Jardel (ex-atacante do Grêmio)

- "Não sei, chutei, a bola foi indo, indo... e iu"
Nunes (ex atacante do Flamengo ao descrever um gol que tinha feito)

- "Fiz que fui, não fui, e acabei fondo"
Nunes (ex-atacante do Flamengo)

- "Ele é uma pessoa a quem tenho grande admiração, tanto na minha vida futebolística quanto na minha vida ser humana..."
Mais uma vez o Nunes (ex-atacante do Flamengo, em uma entrevista antes do jogo de despedida do Zico)

- "Para cada problemática existe uma solucionística"
Dadá Maravilha (ex-jogador de futebol e primeiro marqueteiro do nosso futebol)

- "Eu disconcordo com o que você disse"
Vladimir (ex meia do Corinthians em uma entrevista a rádio Record)

- "A moto eu vou vender, e o rádio eu vou dar pra minha tia"
Josimar (ex-lateral direito do Botafogo ao responder o que iria fazer com o Motoradio que ganhou como melhor jogador da partida)

- "Bom, eu não achei nada, mas meu companheiro ali achou uma correntinha, acho que é de ouro, da pra ele vender."
Josimar (ao ser perguntado o que ele achou do jogo)

- "Pssss! Não conta pra ninguém."
Scheidt ( Resposta bem humorada do ex zagueiro gremista aos torcedores da Lusa que ao término do 1º tempo do jogo Portuguesa 1 x 1 Grêmio, gritavam: "Você cheirou, hein!?". No final de jogo, ele foi sorteado para o exame anti-doping)

- "Depois da Seleção, melhorei, sou um feio simpático que ficou bonitinho"
Ronaldinho Gaúcho (já sabendo como funcionam as coisas)

- "Palermo é como um dente, fora do Boca não serve para nada."
(Frase repetida na Argentina sobre o Atacante Palermo ex-Boca Juniors)

- "Eu e o Assis jogamos na época errada. O que um Edílson fatura num mês, nós ganhávamos por ano"
Washington (ex-atacante do Fluminense-RJ)

- "Pô , eu sou fã do Dunga, jamais entraria violento nele. Até figurinha dele no meu álbum eu tenho"
Ronaldinho Gaúcho (sobre o que Dunga tinha dito que ele tinha entrado pra rachar num GRENAL. No jogo Ronaldinho comeu a bola)

- "Quando eu jogava no Santos e o Marcelinho no Corinthians, eu cansei de deixá-lo sentado no chão."
Vágner (ex-vascaíno sobre o botafoguense Marcelinho Paulista)

- "Muitos me perguntam se Romário teria lugar na Seleção na Copa de 70. Sem falsa modéstia. Eu daria a minha camisa a ele."
Tostão (em sua coluna no Jornal do Brasil)

- "Nunca vi esse negócio de homem sexual"
Mário Américo (1914-1990, perguntado se ele conhecia algum caso de homossexualismo no futebol, massagista do Brasil durante sete Copas do mundo, entre 1950 e 1974)

- "Até o ano de 2000, uma seleção africana será campeã mundial"
Pelé (Previsão feita no final dos anos 80 que agora, jamais poderá ser realizada)

- "O professor Lopes privatiza as jogadas pelo lado esquerdo do time"
Felipe (do laderal-esquerdo se embananando com a onda de privatizações ao comentar que o esquema do treinador Antônio Lopes privilegia seu lado do campo)


Mais do mesmo:
Pérolas dos jornais
Pérolas dos vestibulandos sobre Música Clássica
Pérolas dos vestibulandos

0 Comente aqui :

Postar um comentário

Olá, Vassourante... bem vindo (a)!
Se você se identificou, se emocionou ou se divertiu com essa postagem, deixe o seu comentário.
Grata pela visita, volte sempre!