"O passado não reconhece o seu lugar... está sempre presente."
( Mário Quintana )
Vassourando - ativo desde 17/05/2007.

Brincadeiras antigas - Peteca

By Bruxx
Clique nas imagens para ampliar

Como eu sempre digo, minha infância foi muito boa, apesar do pouco recurso financeiro.
A gente era pobre, mas era limpinho... e feliz, muito feliz!

Além dos brinquedos simplezinhos que, já mencionei, em posts anteriores... um que se destacava, era a peteca.
Passávamos horas, brincando com ela.
Acho que, por esse motivo, a molecada era tão magrinha...rsrsr
Brinquedos como esse, nos fazia exercitar muito.

Apesar de ser um brinquedo baratinho... ainda podíamos fazer as nossas próprias petecas.
O resultado, era o mesmo (na versão bem simples)... veja na imagem 1.
Mas, era muito fácil, confeccionar... já que, matéria-prima, não faltava.
Todo quintal tinha galinhas (me refiro à ave, mesmo)... então, não faltava as peninhas, para decorar.
E, a areia também, era facinho de encontrar.
...
Curiosidades sobre a peteca:

O jogo com petecas é de origem indígena, e desde antes do descobrimento do Brasil já era um jogo muito praticado pelos índios.
O nome peteca é de origem Tupi (pe’teca – bater com a mão)... e, em outra definição (bater e se divertir)
Em todas as festas e rituais das tribos indígenas, a peteca estava presente.
Aproximadamente em 1940, o jogo de peteca foi pela primeira vez competido em uma quadra, em Minas Gerais.
E nos anos 70, já era disputado por pessoas de todas as idades, que já seguiam suas primeiras regras.
Durante muito tempo era apenas uma brincadeira, mas a partir de 1985 foi oficializada com um esporte.
...
Receita simples de peteca:

Pegue um pedaço de tecido bem resistente (couro, lona, brim) e faça uma trouxinha recheada com areia e serragem, para não ficar muito dura ou pesada.
Antes de fechar, insira uma meia dúzia de penas de galinha e amarre forte com um barbante ou fio resistente.
Pronto! Está feita a sua peteca!
...
Como era a brincadeira:

Um círculo de participantes, com um deles no centro.
Esse participante do centro, passava a peteca para outro participante, batendo nela, com a palma da mão.
O, participante que recebia a peteca, passava para outro... e assim, sucessivamente, com todos os participantes.
Era eliminado, o participante, que deixava cair a peteca... ou tocar nela duas vezes.

Bons tempos !!!

14 Comente aqui :

Valentim vassourou...

Que saudades eu tinha quando brincava d epeteca quando criança. Pena que as crianças de hoje em dia não conhecem estes valores. Beijos.

Þ€đŘǿ vassourou...

Bruxx, somos iguais, eu adoro recordar essas brincadeiras, ADORO!
Claro que eu jogava peteca... Me lembrei agora das 5 marias, conhece? Eram aqueles 5 minisaquinhos com arroz dentro, rs
ADORO ESSES POSTS SAUDOSISTAS!!!

Bjks! =)
*

Eliana vassourou...

ola brux ,nossa que legal voce ter relembrado desse brinquedo tão legal ,sabe que minha mão nessa epoca não tinha o dinheiro pra me comprar essa peteca todo colorida ,então o que ela fazia pegava palha seca colocava areia e depois penas de galinha por cima e amrrava ,e eu fica tão feliz ,apesar de algumas penas sairem quando jogava não tinha problema a gente se divertia na mesma ,..grande tempo esse ,...aiaia
beijinhos
Eliana (Lisboa)

vassourou...

É! As crianças de hj, só querem sber da modernidade dos eletrônicos!

___________________________________

Adoro esse blog retô!

Ahhh, tem um meme pra vc lá no meu blogue. Passa lá!

grande abraço. Minha bruxinha preferida!

Anônimo vassourou...

muito interessante!
espero possa ter mais coisas extraordinaria
q eu nunca vi como essa....
valeu

Anônimo vassourou...

vou reviver o jogo da peteca em sala de aula com meus fofuxos...

Anônimo vassourou...

Eduardo Primo
sinto saudades quando era mulequezinhoooo brincava de jogar pião soltar pipas. jogar bolas de gude, não tnha carrinho de fricção nem controle remoto era de lata de leite ninho, catava rolamentos nas oficinas de carro para fazer meu possante de madeira pra descer ladeiras imensas sem freio hehehehehehehe. fora futebol policia ladrão e outros.depois conto mais. hoje a mulecada faz tudo sen se mover ficam raquiticos e doentes sem atividade fisica. que pena.

Bruxx vassourou...

Eduardo Primo, como vai?
Você descreveu com muita propriedade, a época de ouro à que tivemos o privilégio de viver.

Observe que, quanto mais simples a brincadeira, mais prazeirosa ela se tornava.
Não precisávamos de brinquedos luxuosos, porque usávamos a criatividade e imaginação.

As pobres crianças mimadas de hoje, com seus brinquedos, equipamentos eletrônicos, etc... são crianças tristes, reféns de brinquedos que brincam sozinhos, num apertar de botão.
Coisa mais sem graça, não é mesmo?


Adorei saber um pouco de você.
Aguardo para saber mais.

Seja sempre bem vindo, o Vassourando também é seu!

Beijokinhas cheias de energias azuis!

simone vassourou...

Adorei o blog, também adoro brinquedos e brincadeira antigas!
segue a dica de blog:
http://blog.sisperdesign.com/

cheio de coisinhas legais pra fazer com as crianças!

att,
Simone

Bruxx vassourou...

Oi Simone, tudo bem?
Obrigada pela visita e pelo carinho.
Vou visitar seu cantinho, sim.

Seja sempre bem vinda!
Beijokinhas cheias de energias azuis!

Anônimo vassourou...

a maioria escreve que saudade,porque ter saudades de coisas simples mas porem que pode ser praticada ainda com filhos, sobrinhos.junte uma pá de crianças e saia da rotina adulto também pode brincar tenho 28 anos e pulo corda amarelinha,bandeirinha,betes,vole futebol,bolinha de gude e muito mais sou muito feliz........

Bruxx vassourou...

Caro Anônimo (a), como vai?
Realmente... tenho certeza de que muitas crianças adorariam compartilhar das brincadeiras que nos embalou na infância.
O problema é que poucos adultos tem paciência para inserir isso na criação dos pequenos.
Adorei sua atitude e não duvido de que seja feliz.
Se você consegue manter viva a criança que existe dentro de você, não existe espaço para tristeza.
Obrigada por sua visita e, por seu comentário.
seja sempre bem vindo (a).
beijokinhas cheias de energias azuis!

Anônimo vassourou...

gostei!!!!!!!!!! da bruxinha que voa

Moda qualquer hora vassourou...

fala seio

Postar um comentário

Olá, Vassourante... bem vindo (a)!
Se você se identificou, se emocionou ou se divertiu com essa postagem, deixe o seu comentário.
Grata pela visita, volte sempre!