"O passado não reconhece o seu lugar... está sempre presente."
( Mário Quintana )
Vassourando - ativo desde 17/05/2007.

Dia da minha mãe

By Bruxx
Leia a minha outra postagem sobre o tema: O ato de ser mãe... e o "ser" mãe"

***

Minha mãe... uma história de amor


Clique na imagem para ampliar


Dona Constantina, chamada, carinhosamente de "Mãezinha", pelos netos e amigos.
Tá doentinha agora, mas logo vai melhorar, né mãe?
87 anos de muita luta... é o que, eu chamo, de mulher guerreira.
Mãe de 9 filhos (2 falecidos, ainda bebês).

Eu costumo dizer que, ser mãe, é um sacerdócio.
Mas ela, ultrapassou todos os limites do altruísmo... sabe por quê?
O que leva uma mulher, com 7 filhos (2 delas, casadas), avó de 2 netas .. a adotar um bebê de 3 meses?

Pois é, não sei... mas, foi o que ela fez.
Me adotou, aos 3 meses de idade, quando minha mãe faleceu.
Tô pra conhecer alguém que dedicasse tanto amor, como ela me dedicou... e ainda dedica.

Muito embora, por ser super protetora, tenhamos tido alguns "arranca-rabos"... (tema para outro post).

Tem uma música, que ela gostava muito, quando eu ouvia (e não reclamava, do volume).
Então, em sua homenagem, vou colocar aqui... para quem quiser ouvir também.



The Walkers - There´s No More Corn on the Brasos (clique para ouvir)


The Walkers - There´s No More Corn on the Brasos (clique para baixar)

Minha mãezinha... não só pelo "Dia das Mães"... mas, por todos os dias, da sua existência:
Obrigada por tudo... a senhora é uma pessoa iluminada.
Ver a senhora, com o rosto marcado pelo tempo, me emociona.
Mais do que isso... me motiva a acreditar que, todos os obstáculos, são superados pela força da fé... e, disso a senhora entende, né?
Minha mãe querida... que eu amo de paixão.
A senhora, nunca foi, minha mãe adotiva.... e sim, a minha verdadeira mãe.

Deus permita que, eu tenha o privilégio, de tê-la por perto, por muito tempo ainda.
E que, eu nunca me esqueça... toda a lição de vida e força, que a senhora me passou.
"Bença, mãe"!!!
E, que Deus a abençoe.
Um Feliz Dia das Mães, à todas as mães da minha família... às minhas amigas blogueiras... e às mães e esposas, dos meus amigos blogueiros.
Vida longa às amadas Mamães.


Momentos que marcaram:
Vê-la ajoelhada, aos pés de minha cama, quando eu adoecia.
Ela fazia as suas orações, pedindo à Deus, a minha recuperação.

Momentos tristes:
Ver seu sofrimento e sua dor, ao enterrar, seu marido (meu paizinho querido) e suas três filhas.

Um arrependimento:
Sair de casa, muito fudida furiosa, depois de uma briga com ela... até hoje não me perdôo.
Tenho consciência de que, com esse meu gesto tresloucado, eu a fiz sofrer.

Momentos inesquecíveis:
- Voltar para casa, depois de uma semana, após ter brigado com ela... e ser recebida de braços abertos.
- Acordar cedo para trabalhar, e deparar com um copo de café com leite, prontinho, pra eu tomar... todos os dias.
- Ouvir dela "Deus te abençoe"... quando eu falo: "Bença, mãe".
- Ouvir todos os dias, "Deus te acompanhe... vai com Deus, filha".
- Ganhar dela, três beijos no rosto... com um carinho, que lhe é peculiar.
- Ela "pegar no meu pé", quando eu ouvia som alto.
- Ela "pegar no meu pé", por mais um milhão de coisas... kkkkkk
- Ouvir ela dizer que amava o Waldick Soriano e que, detestava, quando o Gilliard levantava a sobrancelha para cantar.

Eterna gratidão:
- Ela ter me adotado, me criado, me educado... e, ter feito de mim, a pessoa que sou hoje.
- Ela ter cuidado do meu filho, por 8 anos, enquanto eu trabalhava.
Por mais que eu tente, nunca vou conseguir retribuir.

Um sonho:
Depois que, partirmos dessa vida... poder encontrá-la, na eternidade.

3 Comente aqui :

Iza vassourou...

Sempre penso que ser mãe está muito mais no que sentimos do que propriamente no sangue.
Já estive por aqui, lendo esta postagem mas, deixei para comentá-la, hoje.
Coisas assim acabam me emocionando.
Minha mãe mora em outra cidade e desta vez não consigui ir até lá.
Agradeço a ela por ter nos criado de uma maneira simples, mas não soube seguir seu exemplo na criação de minha filha.
Criei a minha com excesso de mimos e isso prejudica muito o desenvolvimento da personalidade ou até mesmo a confiança nela mesma.
Ser mãe é algo que não poderíamos medir com palavras. Daríamos nossa vida pela de nossos filhos.
Beijos!

Iza vassourou...

Em tempo: Sua mãe é muito simpática! Fez uma linda homenagem a ela!

Angel Charlie vassourou...

Para a Dona Constantina com muito AMOR...

Obrigado Senhor!

Obrigado , Senhor , pela mãe que você me deu ...
... por todas as Mães do mundo
... pelas mães brancas , de pele alvinha ...
... pelas pardas , morenas ou bem pretinhas ...
... pelas ricas e pelas pobrezinhas ...
... pelas mães - titias , pelas mães -vovós , pelas madrastas -mães ,
... pelas professoras - mães ...
... pela mãe que embala ao colo o filho que não é seu ...
... pela saudade querida da mãe que já partiu ...
... pelo amor latente em todas as mulheres , que
desperta ao sentir desabrochar em si uma nova vida ...
... pelo amor , maravilhoso amor que une mães e filhos ...
Eu lhe agradeço , Senhor !

Com um beijinho para essa grande Senhora, sua MÃE Miriam

Postar um comentário

Olá, Vassourante... bem vindo (a)!
Se você se identificou, se emocionou ou se divertiu com essa postagem, deixe o seu comentário.
Grata pela visita, volte sempre!