"O passado não reconhece o seu lugar... está sempre presente."
( Mário Quintana )
Vassourando - ativo desde 17/05/2007.

Je Taime... Moi Non Plus

By Bruxx

Engraçado, os veteranos lembram dessa música à época, quanto escândalo???
Eram Serge Gainsbourg (já falecido) e Jane Birkin (fingindo o orgasmo da letra ) que cantava ou sussurraravam essa melodia , lembram?
Pois essa cantora, hoje está com 59 anos.

Essa música foi feita para Brigitte Bardot, namorada então de Serge.
Logo depois se envolveu com Jane, 20 anos mais nova, logo depois da gravação.

Meu!
A música não podia ser executada em locais públicos.
Os discos foram recolhidos e sua venda foi proibida.
Tinha uma tarja no disco (compacto duplo).

Mas, que nos bailes, era uma "mela-cueca".. ah, isso era.
Ah, se fosse nos dias de hoje... ia tocar até nas matinês.

Agora, imagina só... eu era um tiquinho de gente, na época que essa música, era veiculada nas rádios.
E criança, sempre aprende o que nao presta, né.
Claro que eu não entendia "lhufas" do que eles cantavam... muito menos, a intenção da música.
Então, eu imitava da forma como eu entendia, ué... só na "gemeção".
rsrrs
Era um gemido e um "cascudo".
Eita repressão brava, viu.

Veja o vídeo


Outra música deles, que seguiu a mesma linha, foi "La Decadence".
Não menos insinuante, quanto a anterior, acima citada.
O vídeo é uma entrevista e alguns trechos da música.

Veja o vídeo


Em 1976, Je T'Aime Moi Non Plus, virou filme.
Classificado com ficção.
Sinopse: Homem não desiste de sua amante, que o deixa para ficar com outro. Só que o que ela não esperava é que sua nova paixão na verdade é uma mulher andrógena.



Boa viagem !!!

15 Comente aqui :

Capixaba vassourou...

eu gosto muito de post informativos, bem organizados e o seu faz bem esse papel.
parabens brux

Rubênia vassourou...

wowwwwwwwww

Parabéns pelo post!

a música é uma "gemeção" como vc mesmo disse. Qndo ouvia fazia a mesama coisa como vc... ôhhh inocênciaaaa


rsrs

=]

Ricardo Moreira vassourou...

Até hoje essa música é sucesso nesses programas de rádio da madrugada.
Putz, quem nunca tirou uma onda com essa música, mesmo que inocentemente.
Com certeza vou voltar outras vezes
Vlwss

Anônimo vassourou...

Essa música não é do meu tempo, ela é mais antiguinha...rsss Porém eu já escutei n rádio nos meados da década de 80, eu não entendia, mas a música não era legal pra criança especialmente, pois sabia que tinha algo errado, a mãe desligava o rádio... vê se pode?!!! Bom cresci, nunca consegui escutar,quando pude gamei.
linda, feminina...adoro...por causa dela que parei aqui, adorei o cantigo,cheio de saudade pra gente curtir...relembrar... bom, mas agora preciso gravar essa música, baixar...sei lá...bjinhos

Anônimo vassourou...

Brigaduuuuuuu
Baixei a música,minhas madrugadas serão lindas, pelo menos vou imaginar que nasci nessa epoca, na qual mulher era mais feminina e mais amada. Hoje em dia os homens nos chamam de "Cachorras" mandam "descer na boquinha da garrada" até ficar no "trenzinho"...ahhh povo ignorante que não sabe curtir a vida e nem como se trata uma mulher...af! E as burras fazem...aff... Tá ai a música, é assim que se trata, com carinhos e sussuros!!! hihihih...Bjim

Bruxx vassourou...

Adriana (Anônimo)...
Muito obrigada pela visita, seja sempre bem vinda.
Fiz questão de responder seus comentários, através de e-mail.

Só para constar, essa música é tão profunda em sentimento (ao menos pra mim), que eu me emociono cada vez que ouço.
Dá pra imaginar a paixão, aliada ao desejo, que eles expressam.

Creio que muitos, além de nós, têem a mesma sensação.

Beijokinhas cheias de energias azuis!

Evelyn Gomes vassourou...

só tenho 21 anos, ela é bem mais antiga que eu.
Eu adoro usa-la pra fazer striper, é uma delicia :P
Mas adoro ela e queria muito encontrar o filme,
Bruxx, vc sabe onde encontro?

Bruxx vassourou...

Oi Evelyn, tudo bem?
Bem vinda ao Vassourando!

Essa música mexe mesmo, com os instintos, não é mesmo?
E dá-lhe imaginação... !!!

Sei onde encontrar, sim.
O filme, para download, você encontra no link abaixo:

filme je taime moi non plus 1976

Beijokinhas cheias de energias azuis!

Anônimo vassourou...

adorooooooo faz parte da minha vida

Anônimo vassourou...

muito bom seu site, você não tem o filme pra baixar?

Antonio de Janauba -MG

Bruxx vassourou...

Oi Anônimo (a), tudo bem?
Sim, ela foi a trilha sonora de muita gente.
Inesquecível, não é mesmo?
Grata pela visita, seja sempre bem vinda!
Beijokinhas cheias de nergias azuis!

Bruxx vassourou...

OI Anônimo (a), como vai?
Obrigada pelos elogiso e, pela visita.
Seja sempre bem vindo (a)!

Sim, eu tenho o link para baixar o filme.
Está nas últimas respostas, aqui mesmo, nessa página.

Veja na resposta que dei para a Evelyn Gomes.

Beijokinhas cheias de energias azuis!

Anônimo vassourou...

Legal, sou muito saudosista, e procuro musicas da década de 60/70/80.
Obrigado

Bruxx vassourou...

Oi Anônimo, tudo bem?
Se é saudosista, veio ao lugar certo... seja sempre bem vindo!
Fique a vontade para pedir ou sugerir músicas.
Grata pela visita e, pelo comentário.
Beijo grande, cheio de energias azuis!

Cláudio Luiz vassourou...

Em 1971, Je t'aime moi non plus era executada pelas rádios brasileiras em orquestra. Existia censura no Brasil, porque vivíamos uma ditadura militar, e músicas como esta feriam a moral da época. Eu tinha quinze anos, e nem sabia qual era o título da música. Desde o ano anterior, eu tinha um desentendimento com um professor jovem, no ginásio industrial onde estudava. Ele havia-se formado em uma escola técnica de outra cidade fazia pouco tempo, e depois ido lecionar em minha cidade. Ainda não tinha maturidade para lecionar, pois era só quatro anos mais velho do que nós. E logo desentendeu-se conosco. Para acabar com a nossa rixa de uma vez, o diretor da escola, que era autoritário, convocou o professor e eu para conversar com ele em seu gabinete, durante as aulas noturnas. Enquanto esperava pelos dois, em frente ao ginásio, eu conversava com um rapaz engraçado que estudava no turno da noite. Ele tinha um cabelão crespo que era uma guedelha, uma toiceira, e estava ouvindo um radinho de pilha. Tocava Je T' Aime Moi Non Plus em orquestra. O rapaz então disse:" Bah! essa música me dá um tesão!" Foi a primeira vez que ouvi a palavra "tesão", uma gíria nova, na época. Hoje ouvimos sexólogas dizendo " a tesão", como se o termo viesse de "tensão". Na verdade, este é um termo criado pelos homens, e é o aumentativo de "teso". Naquela época, já existia a moda de criar aumentativos populares, como minhocão, Mineirão, Canecão, Castelão, etc. Sem querer, eu flagrei o nascimento de uma gíria, no hoje distante ano de 1971.

Postar um comentário

Olá, Vassourante... bem vindo (a)!
Se você se identificou, se emocionou ou se divertiu com essa postagem, deixe o seu comentário.
Grata pela visita, volte sempre!